terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

1ª SESSÃO LEGISLATIVA 2014: VER. CLEDEMIR (PSDB) AFIRMA QUE NO HOSPITAL ADMINISTRAÇÃO CONTINUA A MESMA PORCARIA

Ver. Cledemir (Fininho) PSDB

Estive presente na Sessão ordinária da Câmara Municipal de Vereadores, que aconteceu nesta segunda feira(03), sessão que abriu os trabalhos legislativos de 2014. Com uma extensa Ordem do Dia, 02 Processos, 07 Mensagens, 59 Requerimentos, 08 Moções e 06 Indicações, na sua grande maioria da bancada oposicionista solicitando providências ao executivo municipal melhorias no atendimento a saúde e as estradas do município.
Destaque também para os pronunciamento dos Vereadores do bloco oposicionista, em relação ás áreas da saúde, educação e o caos das estradas municipais. Os pronunciamentos, foram fortes, sendo que o Ver. Cledemir (PSDB) ao se referir a atual administração do hospital de nossa cidade disse que continua a mesma “porcaria”, que não mudou nada, que assim como o anterior gestor Dr. Fernando Gomes o atual Beto Boemeke segue na mesma linha o que deixa a dúvida quanto a idoneidade da atual gestão levando  a crer que tem “sujeira debaixo do tapete” já que  os Vereadores cansam pedindo informações e a prestação de contas do hospital e até agora nada e que os vereadores estão procurando nada mais que seu direito nesse sentido. Também o Ver. Presidente Arion Braga(PP) na questão do atendimento da saúde pelo município esta um caos, sendo postos de saúde no interior com luz cortada e o mato tomando conta e que isso esta levando os moradores ao desânimo, pois estando desestimulados não estão mais ajudando na conservação dos Postos de Saúde do Interior, também nessa linha pronunciou-se o Ver. Madri, destacando a falta de médicos no Pronto Atendimento e no Pronto Socorro do Hospital e também a dificuldade que foi para conseguir um exame de ultrassom que o mesmo correu desde a parte da manhã com a paciente e só foi realizado o atendimento as 16 horas da tarde, finalizando o Ver. Afirmou que o atendimento da saúde do município esta muito pior nessa administração.
 Nessa questão do Hospital foi protocolado o Requerimento nº037/2014, que Pede providências jurídicas a falta de respostas dos pedidos de informações, referente a assuntos ligados ao Hospital de Caridade de Canguçu, este requerimento foi aprovado com voto contrário dos Vereadores do PT.
Também foram fortes os pronunciamentos em relação ás estradas do Município, sendo que o Ver. Rodinei Jacondino propôs uma pauta positiva em relação a esse problema entre o Legislativo e o Executivo para que se consiga resolver a questão pois,  daqui a 60 dias estará se colhendo a maior safra de soja do município, sem contar a safra do tabaco e que toda essa produção precisa de boas estradas para o seu escoamento ainda afirmou que os pilares para o desenvolvimento do município, são boas estradas, água e energia elétrica e que atualmente em Canguçu parece que se esta vivendo como há cinquenta anos atrás. O Ver. Cristiano (PP) também se referiu as péssimas condições das estradas municipais, em especial em sua região no 4ºDistrito, onde os moradores já não sabem mais o que fazer para que sejam atendidas as suas reinvindicações, o próprio Ver. Esteve reunido com os moradores mais o Administrador Distrital, onde o mesmo teria se comprometido em recuperar as estradas, ainda dentro do mês de janeiro e até agora nada, com fotos mostrando o péssimo estado das vias municipais o Ver. Afirmou que dará mais dez dias para que as mesmas sejam recuperadas, se nada for feito ele mais uma comissão formada por moradores da região estarão encaminhado denúncia ao Ministério Público por não realização dos serviços.
Destaque também para os pronunciamentos do Ver. Vinicius Pegoraro, em relação a questões orçamentárias e o excesso de contratações de estagiários pela administração municipal. Referindo-se ao orçamento municipal o Vereador demonstrou  uma grande preocupação, pois 55% do orçamento é gasto com pessoal, 25% é aplicação obrigatória em educação assim como 15% em saúde, ficando assim 95% do orçamento comprometido, sobrando apenas 5% para as demais áreas,e se for computados os gastos com estagiários esse percentual ainda diminuirá mais e salientou que já se verifica uma insuficiência financeira de mais de dois milhões de reais portanto a situação financeira do município é muito preocupante.
Ainda se manifestou  Ver. Wendell Vilella(PTB), destacando que entende as dificuldades da atual administração, pelo excesso de Leis de responsabilidade administrativa que emperram o desenvolvimento dos trabalhos, citando a questão do cascalho, que hoje a Prefeitura para utilizar o cascalho, tem que obter uma licença o que é demorado e também outra dificuldade que ele nota é a falta de preparo de certas pessoas que integram o atual governo em diversos setores e que algumas mudanças deverão serem feitas e que iria marcar  uma audiência com o Prefeito para ver qual a solução para melhorar as estradas municipais.
Neste post, discorri a respeito do que presenciei e gravei, durante a sessão, sai as 21h00min a mesma ainda continuava, com pauta ainda ser cumprida pelos nobres Edis. Fechando essa matéria a impressão que fica é de que a administração  municipal  terá muito trabalho pela frente com a oposição na Câmara, só se espera que seja uma oposição que procure auxiliar a Prefeitura na condução dos trabalhos em benefício da população. Que não seja uma oposição apenas por não ser do partido do governo e que assim opte pelo quanto pior melhor., o Povo que exerça também seu papel de fiscalizador da Casa do Povo.