terça-feira, 15 de julho de 2014

ASSENTAMENTO 12 DE JULHO COMEMOROU 25 ANOS DE FUNDAÇÃO COM FESTA E RECEBIMENTO DO BRASÃO DO MUNICÍPIO PELA CÂMARA DE VEREADORES.

Foto: Mapa de Canguçu  e a produção do Assentamento

 Estive neste no sábado participando da festa dos 25 anos de fundação do Assentamento 12 de Julho na Cordilheira, 5º Distrito de Canguçu, como repórter da Rádio Kerb FM, quero aqui externar meus agradecimentos ao reconhecimento prestado a nossa Emissora, pelo Sr. Santo Pereira, um dos integrantes do Assentamento que usou da palavra na oportunidade, salientando a contribuição de nossa emissora, quando oportunizou espaço para os mesmos na divulgação do trabalho e ações do Assentamento.
Foto: Entrega do Brasão do Município.

Parabéns a grande festa realizada, que contou com a presença de diversas autoridades de vários segmentos e a sensibilidade dos Vereadores da Bancada do PT, Ver.. Avacir Matias e Erroldisnei Borges de Borges, pela iniciativa de propor a Câmara essa importante distinção que foi a entrega do Brasão do Município ao Assentamento, reconhecendo assim a relevante trajetória do mesmo nestes 25 anos de fundação.

O ASSENTAMENTO 12 DE JULHO UM POUCO DE SUA HISTÓRIA


No dia 12 de Julho de 1989, após quase cinco anos de luta intensa para garantir um pedaço de terra, percorrendo inúmeros locais dentro do Estado do Rio Grande do Sul, com imensas dificuldades e privações de todos os gêneros, finalmente o sonho da terra começou a se tornar realidade para este grupo de 26 famílias de agricultores (depois 22 famílias, já que quatro foram remanejadas para outro assentamento vizinho) oriundos principalmente dos municípios de Constantina e Ronda Alta, ambos no norte do Estado.
Foi o primeiro Assentamento de Reforma Agrária no Município de Canguçu e um dos primeiros do Estado 
A área total onde se instalou o Assentamento era fracionada, totalizando 816 hectares, tendo como reserva ambiental permanente em torno de 19% deste total, preservando nascentes, e encostas de morros e cursos de água e o restante dividido entre 22 famílias.
.Neste momento então começam novos e grandiosos desafios: havia a terra, mas ela estava nua, sem água de qualidade, energia elétrica, plantações, alimentos e nem mesmo onde morar. Eram tempos de dificuldades extrema, onde o próprio país vivia um momento de enorme instabilidade e a eleição com voto direto.
Mas aos poucos, fruto de muito trabalho e dedicação, esta realidade começou a mudar, veio a Escola Estadual 12 de Julho, a aquisição de ferramentas, plantações, criação de animais, produção de leite, frutas, sementes e principalmente alimentos para o consumo e comercialização de excedentes
Neste ano Assentamento 12 de Julho, comemora 25 anos de fundação, com uma realidade totalmente diferente, com produção de frutas, hortaliças, leite, sementes, criação de animais entre outras atividades, dentre elas a produção ecológica, inclusive com certificação, destacando-se a organização social e a sustentabilidade de seu modo de vida.
Fonte: Bancada do PT de Canguçu.